terça-feira, 23 de junho de 2009

Pé no sal

Surpreendente a forma como aquelas luzes aprisionaram todo o momento em que me situava.
As ondas estavam fracas, massajavam-me os pés e salpicavam-me as mãos que seguravam os sapatos. Percorri por alguns minutos aquela areia inundada de memórias.
A noite estava a saber tão bem.
Olhei para trás e vi a linha de luzes pelo areal. Era magnífico.
Soube a ... Chocolate

Carolina.

1 comentário:

Mafalda disse...

ringa ringa?

LOL, beijinhos :D